Quando estamos no processo de perda de peso ou no processo de adopção de um estilo de vida mais saudável, há uma coisa que nos pode falhar e que sem dúvida pode ser aquilo que estraga todo o trabalho que tivemos até aqui, a motivação. Quando a motivação nos falha, como é que é? Como é que fazemos? 
Este é um post que tem sido muito muito pedido. As leitoras que acompanham o blog desde o início acompanharam esta minha mudança, foram 25kg/26kg desde 2010 até 2012/2013. Não foi tarefa fácil e não houve qualquer tipo de intervenção cirúrgica, comprimidos milagrosos ou terapias, foi tudo uma questão de força de vontade, mudança de estilo de vida e duas consultas de nutricionista.

Para já começo por vos dizer que não existem comprimidos milagrosos, o milagre está em cada uma de nós, resta-nos mudar os nossos hábitos de vida, a nossa alimentação e a forma como encaramos o dia-a-dia, a comida e a nossa vida. Se querem viver por muitos mais anos, é o estilo de vida e a alimentação que têm de mudar, tudo começa por aí. Era muito gulosa, aliás, ainda sou confesso, mas sou gulosa por chocolates, não ligo a bolos nem a outro tipo de doces, o chocolate dá cabo de mim e faz com que trepa às paredes de tão bom que é (uma tablete Nestlé ou Milka, yummmmm). Sempre fui muito preguiçosa no que toca ao exercício físico e a minha alimentação não era a melhor, comia fritos, fast food, pipocas, chocolates de 300gr todos os dias (sim TODOS OS DIAS) e não mexia um dedo, preferia sempre escadas rolantes às escadas tradicionais, o elevador era o melhor amigo e bebia Coca-Cola como hoje em dia bebo água. 

Mudou muita coisa e aprendi a comer, aprendi a conjugar alimentos e aprendi a gostar de salada, de legumes e de vegetais (hoje em dia vivo à base de comida vegetariana e cortei nas carnes vermelhas). E esta mudança porquê? Primeiro porque com a doença que a minha mãe teve, mudámos todos a alimentação cá em casa, carnes vermelhas então não toco há 4 anos (sim sim, um bom bife de vaca por exemplo, um hamburguer.. nada disso), depois porque tinha mesmo de ser, tinha 19 anos e não mexia o rabo, subir 3 escadas deixava-me KO e o meu pai alertou-me para o meu peso. Comecei a ganhar força de vontade aos poucos, a motivação foi aparecendo à medida que ia perdendo peso. 

Comecei a frequentar o ginásio e perceber o quanto me custava perder o equivalente a uma Coca-Cola ou a um Hamburguer do McDonald's. Comecei a trocar os refrigerantes por água e aos poucos fui-me habituando a beber cerca de 2 a 3l de água por dia - o truque é andar sempre com o cantil atrás para nos lembrarmos que temos de o acabar e de voltar a encher. Fui a um nutricionista que me ensinou a comer, que me pesou e que me disse qual o meu peso ideal, o que devia fazer para lá chegar e sem qualquer tipo de comprimidos, mudando apenas a minha alimentação. Passei a comer de 3h em 3h no máximo, pequenas quantidades de comida para evitar a fome e a verdade é que nunca a senti. No início achava que ia ingerir imensas calorias e que não ia dar resultado, no entanto o nutricionista estava certo e a prova disso estava na balança, semana após semana. 

A motivação foi aparecendo através desses números na balança e na cintura (sim, todas as semanas media a zona abdominal para perceber também que estava a perder gordura abdominal). Não há dietas milagrosas, é mesmo uma mudança de estilo de vida, a motivação tem de aparecer aos poucos e nada melhor do que termos uma amiga que nos apoie e nos lembre sempre porque estamos a fazer aquilo. Se estão a fazer ou a pensar em fazer dieta, pensem sempre que é por vocês e pela vossa saúde.

Hoje em dia como chocolates, como lascas (que amo de paixão), como pizzas, mas sempre com moderação e aprendi que posso comer tudo isto, não preciso de comer 300gr de chocolate num dia, nem preciso de comer 3kg de lascas à refeição ou uma pizza cheia de gorduras. Aprendi a juntar os vegetais na minha refeição, a cumprir sempre a regra da salada ou dos legumes em todas as refeições e à noite como sempre um prato de sopa e fruta. De manhã, ninguém me tira os meus Corn Flakes, adoro e tomo com leite ou com iogurte, às vezes junto fruta natural ou um sumo. Não se esqueçam ainda de que as proteínas são muito importantes e apesar de pratos vegetarianos, temos de ir buscar as proteínas da carne ou do peixe a algum lado. Outra coisa que me fez emagrecer, foi aprender a gerir as doses, especialmente de hidratos de carbono.

Hoje em dia mantenho-me em forma, aposto imenso no Holmes Place, adoro frequentar o ginásio, especialmente as aulas de grupo que são sempre divertidas e há ainda a possibilidade de sermos acompanhadas por um nutricionista. Como um pouco de tudo, sei que o Holmes Place me ajuda depois a queimar essas calorias, há dias que cometo extravagâncias, mas sem nos deliciarmos com pequenas coisas de vez em quando, a vida não tinha graça, certo? Além do mais, muitas de vocês me perguntam como é que me mantenho motivada.. é fácil, são os nossos objectivos e é algo que temos de lutar para conseguirmos. Escolhi ter uma vida mais saudável, encontrei ainda o sítio ideal para o manter e para continuar a manter-me sempre motivada no ginásio. É aprender a viver e a mudarmos os nossos hábitos, é mais fácil do que pensam, acreditem.

O resto vem por acrescento, estamos em constante aprendizagem, mudei os meus hábitos alimentares e o meu estilo de vida e não me arrependo de nada. Nos primeiros tempos é complicado sim, mas depois acabamos por assimilar tudo e adoptarmos um estilo de vida diferente. A motivação ganha-se, cada dia é uma vitória, cada escolha que fazemos e é a isso que nos temos de agarrar para conseguirmos seguir em frente.

Não falo muito no plano que o nutricionista me passou porque é algo que é adaptado a cada uma de nós, na consulta ele vai querer saber como é o vosso dia-a-dia, do que gostam de comer e do que não gostam e traçar-vos um plano onde não deixam de comer o que gostam, apenas mais moderadamente e aprendem a saber comer. Hoje estou muito contente com o peso que tenho e com o corpo que tenho, sinto-me mais saudável e acima de tudo melhor de saúde. Força nisso, inspirem-se! No que puder ajudar, estou aqui!


No outro dia em conversa com uma amiga minha, estávamos a comentar em como é difícil perder aqueles últimos 3 ou 4 kgs que faltam para atingirmos o nosso peso ideal ou o peso desejado. Parece que são sempre os mais difíceis e na verdade, até são. Quando foi comigo por exemplo, lembro-me que os primeiros 10kg foram super rápidos, os 7kg seguintes demoraram um pouco mais tempo os 4 seguintes mais demorados ainda e os últimos 4kg então não se fala. E este processo é normal e mais demorado, por vezes devido a alguns factores que podem estar a atrapalhar o processo ou até mesmo coisas que estamos a fazer de forma errada. 

Reuni então uma lista de 10 razões e factores que podem estar a atrapalhar a perda de peso e que, acreditem ou não afectam o nosso metabolismo e todo este processo.

HP.jpg


 


Novidades boas e que vão certamente ajudar a manter a nossa motivação nos treinos, o Holmes Place lançou a sua própria app! Para quem é membro do ginásio, como o meu caso é uma app super prática porque nos possibilita não só reservar aulas, verificarmos o horário das aulas do nosso clube onde estamos inscritos e ainda temos o nosso próprio perfil que criamos com o nosso peso, altura e quais os nossos objectivos: perder peso, manter um esitlo de vida saudável, sentirmo-nos melhores, entre outros. 


 



 


HP-2.jpg


 


Uma app super prática e que não queria deixar de partilhar convosco porque é de facto uma grande ajuda. Uma coisa que sentia era que por vezes tinha de ir com bastante tempo de antecedência para conseguir arranjar senhas para as aulas que queria mesmo ir e agora com a app já podemos reservar as aulas que queremos, traçar um plano e ainda monitorizar o nosso desempenho. Acaba por ser uma boa ajuda especialmente para mantermos a motivação e não desistirmos dos nossos objectivos. É gratuita e já a podem descarregar no vosso smartphone.


 


 



 


Uma das coisas que mais me perguntam relacionadas com a dieta e com o estilo de vida é como é que nunca perdi a motivação e como é que mantive sempre o plano alimentar sem deslizes. Pois bem, dizem que demoramos cerca de 28 dias a adquirir novos hábitos por completo (sejam alimentares ou outros) e por isso mesmo são os primeiros 28 dias que custam mais.


Hoje trago-vos 8 dicas que vos podem ajudar a não perder o rumo e a fazer com que a vossa dieta realmente funcione, sem deslizes.
#1 planear
parece extremamente aborrecido, mas a verdade é que sem nos organizarmos e sem planearmos as coisas não vão funcionar. Acabamos sempre por fazer um pequeno deslize aqui ou ali e se nos mantivermos fiéis a um plano alimentar, as coisas são bem mais fáceis. As idas ao nutricionista vão ajudar-vos especialmente porque ele vos dá várias opções de vários pratos para as várias refeições do dia e depois o truque é irem "montando" o vosso meal plan consoante as regras do que podem e não podem comer, as quantidades etc. Planear é provavelmente um dos pontos mais importantes em todo este processo. 

O facto de planearmos vai fazer também com que "estudemos" melhor as regras que nos foram "impostas" pelo nutricionista e mais para a frente será depois mais fácil de conjugarmos com o nosso dia-a-dia, almoços e jantares fora etc. 

#2 clean & shop
termos pequenas tentações em casa não ajuda nada a quem está a querer lutar por um estilo de vida mais saudável, por isso há um passo muito importante a fazer: limpar! No fundo desintoxicar a despensa e arranjarmos maneira de irmos distribuir tudo aquilo que não podemos comer, pelos amigos ou até mesmo por quem mais precisa. De seguida, vamos rechear a despensa e o frigorifico de coisas boas. Se viverem com alguém que é basicamente o equivalente a um espargo (como o meu caso, o meu irmão é super magro e come tudo e mais alguma coisa), aqui a dificuldade é mesmo tentarmos não comer as coisas deles. Se por acaso viverem com alguém que também tem uma alimentação péssima e quer mudar, acaba por ser uma boa companhia e uma boa motivação para juntos conseguirem levar a dieta para a frente.

#3 sazonal
optem sempre por alimentos da estação, isto porque, para além de irem aprender a ver o que é e o que não é próprio da estação, vai sair mais barato e a comida sabe muito melhor. E isto ajuda a que a motivação continue do vosso lado, não há nada pior do que irmos comprar um fruto que não saiba a nada e comermos só porque temos de comer fruta não é? O mesmo para os vegetais e legumes...



#4 think green first!
sabemos que temos de incluir legumes e vegetais na nossa alimentação e na nossa dieta por isso porque não começarmos a planear os nossos pratos por aí? Funciona exactamente como a roupa que vamos vestir, normalmente sabemos que queremos calçar aqueles sapatos e construímos o look todo em volta deles, o mesmo funciona com a comida. Comecem por pensar num vegetal ou legume e construam uma refeição à base disso, juntando a fonte de proteína e de hidratos que melhor combina com aquele vegetal ou legume. Vão ver que acaba por se tornar divertido e mais fácil ao longo do tempo. Além do mais, vamos experimentando vários sabores e conjugações diferentes.

#5 food diary
criem um diário de comida, pesquisem em blogs de cozinha saudável, comprem livros com receitas diferentes e que vos possam atrair. Hoje em dia há imensas coisas por onde podemos pegar e registem tudo o que gostariam de experimentar e o que pode ou não resultar consoante os vossos gostos pessoais. O facto de criarem um food diary e planearem as vossas refeições vai fazer com que a ida ao supermercado seja mais fácil, assim levam as receitas convosco e já sabem do que vão e não vão precisar, evitando custos extra e tentações. 

#6 gym time!
sim, emagrecer ser ir ao ginásio torna a coisa mais complicada. Para além de nos fazer bem ao corpo e à mente, assim que comecei a ir ao ginásio e a fazer tanto cardio como treino de máquinas e mais localizado comecei a perceber o tempo e o quanto me custava a perder um número determinado de calorias. Isto pode ajudar-vos a deixarem de consumir certos alimentos prejudiciais e que antes ingeriam em grandes quantidades. Para além do exercício físico nos ajudar a emagrecer, vai ajudar-vos a perceber o que não devem comer. 

#7 together it's better
certamente têm uma amiga, um namorado, um irmão, uma mãe ou um pai que precise também de perder peso ou de adoptar um estilo de vida mais saudável. Puxem por eles, criem um grupo de that's app e vão partilhando as vossas refeições, os vossos treinos diários e encontrem-se ao fim-de-semana para uma caminhada à beira rio, pela serra, uma volta de bicicleta. Optem por adoptar um estilo diferente, em vez dos típicos almoços que duram horas, porque não pegar na família e irem andar de bicicleta e depois acabarem num brunch bem saudável à beira-mar? Óptimas sugestões para mudarem e ganharem novos hábitos em família ou com os amigos. 

#8 os substitutos
as massas, o pão, o arroz, as pizzas, os hamburgueres e todas essas coisas deliciosas vão ter de ser comidas com moderação, mas como é que podemos resistir? Pode tornar-se muito difícil, no entanto é bem mais fácil do que parece. Há os chamados "substitutos" que enganam o estômago, por exemplo no caso do arroz podem usar couve-flor (aqui), no caso da massa podem usar os zoodles (aqui), no caso dos hamburgueres podem optar por hamburgueres de carnes magras feitas em casa e o "pão" usarem um cogumelo portobello  e no caso das pizzas, porque não optar por uma base de couve-flor? Há muitos substitutos que são igualmente deliciosos e que não vão dar por eles. Claro que podem comer tudo isto, com moderação, mas se optarmos por opções mais saudáveis, melhor ainda. Ficamos felizes e não "fizemos asneira".


São 8 dicas que são fundamentais e que podem ser muito úteis. Agora não há desculpas, vamos pô-las em prática?




Aiiiiiii, se vocês soubessem a quantidade de asneiras que fiz durante o mês de Dezembro! O último mês do ano é sempre um problema aqui em casa porque todos os membros da minha família fazem anos - mãe, pai e irmão e ainda há o Natal pelo meio!



Por vezes as idas ao ginásio podem tornar-se monótonas, acabamos sempre por fazer as mesmas coisas ou os mesmos exercícios e por vezes a nossa motivação acaba por se ir abaixo. No entanto e hoje em dia, há uma série de coisas que podemos fazer para que não se caia nessa rotina, as aulas de grupo por exemplo são uma óptima ajuda para nos mantermos motivados, por que não experimentar aulas diferentes? 


Após umas semanas longe da rotina diária do ginásio, chegou a altura de voltar aos treinos, queimar umas calorias a mais e principalmente tonificar o corpo. 

Com o final do Verão estabelecem-se novos objectivos e o meu são perder cerca de 6kg e tonificar o corpo, que após os 20kg perdidos não são nada fáceis de perder e por isso lanço-vos hoje aqui um desafio. Como a motivação nem sempre está no seu auge, vou colocar o meu diário de treinos online em todos os dias que for ao ginásio e nos dias em que não for, falarei do assunto para que haja motivação, incluindo uma nova modalidade de "diary" uma espécie de "health diary" que estará disponivel na etiqueta health do blog, com os exercícios praticados, o tempo praticado de cada exercício bem como as sequências e as calorias gastas em exercícios cardio.

Quem alinha comigo nesta viagem para tonificarmos o corpo e perdermos mais uns kg? O desafio será partilharem comigo os vossos treinos ou até mesmo a regularidade com que praticam exercício, dúvidas que tenham entre outras coisas relacionadas com o exercício físico, tal como por exemplo e porque não tornar mais divertido partilhando as playlists para o ginásio. Lembrem-se que mais vale um treino de 30 a 45min com frequência do que um treino intensivo de 1h30min uma vez por semana. 

Então, estás IN ou OUT? Vamos arranjar motivação e mantermo-nos saudáveis!

---

After a few weeks away from the daily routine of the gym, it's time to return to training, burn some extra calories and tone the body especially.
With the end of the summer set new objectives and mine is to lose about 6kg and tone the body, that after the lost 20kg are not easy to lose and so throw you a challenge today. As motivation is not always at its peak, I put my online training diary every day you go to the gym and on days when not to talk about the subject so that there is motivation, including a new kind of "diary" a kind of "health diary" which will be available on the label health blog with the exercises practiced, practiced the time of each exercise as well as sequences and calories burned in cardio exercises.
Who aligns with me on this journey to tone up and lose a few extra pounds? The challenge will be to share with me your workouts or even the regularity with which they exercise, have no doubt that among other things related to exercise, such as for example and why not make it more fun sharing the playlists for the gym.Remember that it is better a workout of 30 to 45 minutes with a frequency of 1:30 intensive training once a week.
So, you're IN or OUT? Let's get motivated and keep us healthy!
Muito mais do que estarmos em forma para o verão, querermos emagrecer ou entrarmos naquele biquini que sempre desejámos, há algo que é muito mais valioso que tudo isto: ser saudável. Quem me conhece e me segue desde o inicio sabe que perdi 25kg e que a verdade é que muito mais do que "fazer dieta", é sim introduzir um estilo de vida completamente diferente. Neste sentido e para quem procura ser mais saudável, seleccionei as 5 dicas que podem ajudar para quem está a começar. 


planeamento
sem dúvida que esta é uma das palavras-chave para que tudo funcione. É difícil resistir a tentações, especialmente se estamos em períodos de stress e passamos a vida a querer ir almoçar fora, jantar fora todos os dias ou estamos constantemente com cravings - quem nunca? O segredo aqui está no planeamento e saber organizar a semana e com isto quero dizer: marmitas! Sim, preparar as refeições é meio caminho andado que não fujamos ao nosso plano. Costumo preparar sempre as minhas refeições para a semana ao fim do dia de Domingo, normalmente cozinho sempre vários alimentos e guardo em caixas de vidro e durante a semana é só "montar" o que quero levar no dia. 

Quick wins: ovos cozidos, peitos de frango cozidos desfiados, vegetais salteados, arroz de couve flor ou cenoura no forno. São os mais comuns e o que costumo fazer mais vezes e acabam sempre por resultar em vários pratos diferentes para a semana.

Outra dica para quem não tem tanto tempo para organizar a semana, conheci recentemente a WTFIT que é uma marca que entrega refeições caseiras prontas para uma semana e que são a salvação, principalmente para aquelas semanas que andamos a mil ou para as semanas que se seguem a fins-de-semana fora (como é o caso desta minha semana). Se quiserem experimentar, usem o código JU10 para terem 10% de desconto. As opções são muitas e são deliciosas! 



shop local 
há cada vez mais mercados locais a ganhar vida, seja o do Principe Real com o mercado biológico ao fim-de-semana, seja o mercado mais próximo da nossa zona. O plano de sábado de manha passa sempre por espreitar o mercado para fazer algumas compras - normalmente fruta, vegetais e peixe. Começámos a consumir cada vez mais produtos locais e sem dúvida que a nível de sabor e de qualidade, é completamente diferente. 

pesquisar, pesquisar e pesquisar
Sem dúvida que uma das coisas que senti na altura que entrei neste processo de mudança de estilo de vida foi que pesquisava muito sobre o assunto e acabei por me interessar tanto pela área da nutrição que é algo que acabo por ler um pouco todos os dias. Vários temas, várias teorias, sobre vários alimentos e como posso incluir na minha alimentação. Sem dúvida que ao pesquisarmos sobre o tema, aprendermos a ler os rótulos e a ver os "ingredientes escondidos" fazem com que comecemos a fazer umas escolhas em detrimento de outras e deixamos de ter a duvida de "será que isto faz bem?". 

Uma dica que dou sempre, é procurarem uma nutricionista. Vai ajudar-vos a desvendar muita coisa, muito mais do que um plano para emagrecer ou engordar, o nutricionista ajuda-vos a saber fazer escolhas e a serem mais saudáveis. Para quem procura uma boa nutricionista, sem dúvida a minha querida Lillian Barros.


consistência
Dizem que criar um novo hábito demora cerca de 28 dias a ser "enraizado" e tomado como uma nova rotina e por isso a consistência é algo muito importante e que devemos seguir, não só na alimentação, mas também no exercício físico. Se há coisa que mais me ajudou em todo o processo e que me ajuda a manter o foco é o ginásio, sabemos que temos este compromisso para connosco e que nos faz bem. Além do mais, as aulas em grupo são sempre uma motivação extra - têm de experimentar a aula de AirFit por exemplo! Super divertida!

Para quem procura resultados mais imediatos, aconselho sempre a que consultem um PT para vos traçar o melhor treino para que os resultados sejam exactamente aquilo que procuramos e isso vai ajudar a manter a motivação para continuarmos nesta jornada de sermos mais saudáveis. Este mês o Holmes Place está com uma promoção em que oferecem o mês de Maio com 2 sessões de PT, 1 massagem e 1 aconselhamento alimentar. 



calendário
Ajuda muito! Foi um método que costumo usar principalmente para conseguir visualizar semanalmente e mensalmente o plano da dieta. No fundo é um calendário que colo no frigorifico e onde marco com um certo ou errado os dias em que segui tudo a risca e os dias de deslize. Desta forma conseguimos visualizar quando é que precisamos de compensar mais para equilibrar a nossa dieta e não cairmos no erro de estarmos sempre em "dias da asneira". 




Sou apologista da teoria "roupa de treino gira, é uma óptima forma de manter a motivação" e é mesmo verdade! Há muito tempo que a roupa "mais velha" ou mais larga deixou de ser a roupa que acabava por ser a roupa do ginásio. Acredito que hoje em dia então, o mais dificil é escolher no meio de tantas peças giras, colecções irresistiveis e colaborações únicas que fazem destas peças ainda mais especiais como o exemplo das colecções que a Stella McCartney desenha para a Adidas por exemplo. Esta é uma óptima forma de nos ajudar a manter o foco e a estarmos motivadas, e confesso que fiquei muito inspirada com a nova colecção da Adidas que conheci em primeira mão esta semana, ansiosa para a poder usar no ginásio.


 


work.png


working003.png


wokri.png


working003.png


work03.png


work06.png


work04.png


 


 


Para além deste tipo de peças serem giras e confortáveis, hoje em dia temos uma série de peças que já foram pensadas para ajudar em determiados tipos de treino - tecnologias para calçado, peças de vestuário e que fazem toda a diferença. Eu falo por mim, desde que experimentei os UltraBoost da Adidas confesso que não quero outra coisa e percebi mesmo a diferença. É importante adequarmos o tipo de calçado ao tipo de treino que vamos fazer. Temos colecções específicas para yoga, fitness, corrida, e modelos mais gerais que dá para adaptar a circuitos indoor ou os treinos no ginásio mais globais. Se procuram uma boa dose de inspiração de looks de ginásio, estes são só alguns, com ideias de conjugações giras - para fugir ao preto total - e que nos dão aquela motivação extra. Quem é que já está com vontade de ir treinar?  


 


 


 


 

HM (1).jpg


 


Já voltámos à rotina, de volta ao trabalho, à faculdade e deixámos para trás as férias. Sabemos que depois das férias custa entrar no ritmo, voltar ao ginásio, à disciplina da alimentação - siiiim, vamos ter de deixar aqueles sumos todos, gelados e sobremesas para trás e voltar à disciplina. Para muitas de nós é dificil resistir a todas aquelas coisas boas que o verão nos reserva - gelados, sumos, bolas de berlim, crepes entre muitas outras que marcam o verão e as férias. Também é certo que temos muitas opções saudáveis no verão, nada como comer um peixe grelhado à beira-mar com salada e legumes, mas por vezes a gula fala mais alto e acaba por "estragar tudo". Apesar de saber que podemos e devemos comer um pouco de tudo, encontrar um equilibrio, há que voltar à disciplina e voltar a entrar na rotina. Deixo-vos com 3 dicas fundamentais para emagrecer depois das férias.


 


 


 



# EXERCÍCIO FÍSICO 


No meu caso estou de volta aos treinos, nem sempre é fácil e a preguiça pode falar mais alto, mas há que manter o foco e a motivação, nada como uma boa dose de exercicio físico logo de manhã para começarmos o dia cheias de energia. Espreitei as colecções da Oysho e da H&M e estão cheias de coisas giras e de peças que nos vão ajudar a manter o foco, comprei umas leggins, uns calções e dois soutiens de desporto super giros e que vão ajudar a dar um up na motivação. Quanto aos ténis, os adidas são os favoritos de sempre e não os largo por nada. Vou partilhando algumas coisas convosco em breve. Se ainda não estão inscritas em nenhum ginásio, esta é a altura perfeita para o fazerem. Vamos juntas!


 


# PLANIFICAÇÃO 


Como tudo na vida, tem de haver organização e planeamento em tudo o que fazemos. Para não haver a desculpa do "não tenho tempo para ir ao ginásio" a solução que encontrei é a de encaixarmos as idas ao ginásio no nosso horário. Se somos disciplinados com as aulas da faculdade, com as horas de almoço, de jantar, reuniões e outros compromissos porque não termos esse compromisso com a nossa saúde e o nosso bem-estar? Seja de manhã cedo ou ao fim da tarde, sei que comigo resulta melhor de manhã porque começo o dia de outra maneira, o que interessa é fazermos algo por nós e pelo nosso bem-estar. Podemos tentar encaixar as idas ao ginásio logo de manhã bem cedo, à hora de almoço ou ao fim do dia. Vamos tentar? 


 


Para além do ginásio, também a alimentação tem de ser planeada. Se estiverem a ser seguidas por um nutricionista, é mais fácil porque acabam por ter algumas dicas do que comer em que altura do dia e o que devemos mesmo evitar. O melhor é marcarem sempre uma consulta com um nutricionista, mas podem ter uma ideia de um plano alimentar a seguir aqui. Nem todos são iguais porque os organismos são diferentes e as necessidades de cada um variam, mas ficam com uma ideia de como podem planear as vossas refeições de forma mais saudável. Se já têm um plano bem definido, nada como organizarmos uma lista de compras de supermercado com as refeições da semana. A ideia é tirarmos um tempo do nosso dia e planearmos as refeições do resto da semana para evitarmos comprar em excesso e opções que nos levem por "maus caminhos".


 


# REEDUCAÇÃO ALIMENTAR


Custa muito arrancar depois das férias e uma das coisas que costumo fazer sempre que volto das férias é uma reeducação alimentar, um detox ao organismo. Dizer adeus a todos os açúcares, gelados e excessos off the plan. Voltar a usar e abusar da minha Blend & Go para os meus sumos verdes. Uma das nutricionistas do Holmes Place deixa-nos com várias sugestões de sumos detox que podemos fazer e que podemos usar na blender


 


 


Vamos a isso? 


 



 

Adidas-2.jpg


 


Custa seeempre recomeçar a rotina de treinos depois das férias, este ano confesso que com a tese e com todos os projectos e mais alguns, a minha rotina foi mais desleixada, mas agora estou de volta aos treinos e com muita motivação. Quem me acompanha pelo snapchat e pelo instagram stories já teve oportunidade de ver algumas visitas ao Holmes Place e algumas corridas matinais. Ainda não recuperei a resistência, para já estou mais focada em cardio e algum treino de força mas quem sabe um dia comece a treinar para alguma prova como a Meia Maratona de Lisboa à semelhança do meu pai.


 



 


 


Adidas.jpg


 


 


Oh well... mas falando do que realmente importa e que provavelmente já viram nas redes sociais, hoje de manhã fui até ao Meo Arena levantar o dorsal do meu pai para a Meia Maratona e fui espreitar a Feira do Corredor que está a decorrer na sala Tejo. Para além de encontrarem uma série de informações e de marcas dedicadas ao desporto e ao bem-estar encontram algumas novidades e acções bem giras e divertidas como a Adidas que vai estar com a colecção toda a 20% de desconto para todos os consumidores, independentemente de estarem inscritos na Meia Maratona ou não e ainda está com uma acção única que permite personalizarem os vossos ténis na compra dos mesmos! Acabei por trazer os novos Energy Boost personalizados com frases motivadoras e que vão ajudar nos treinos. O resultado, está à vista! Podem visitar a feira durante os próximos dias, até dia 1 de Outubro, mesmo não estando inscritos na Meia Maratona. Vale bem a pena visitarem, especialmente se estiverem com vontade de começar ou voltar aos treinos, aqui vão encontrar tudo o que precisam para dar um boost na vossa motivação. 


 


 



 


... uma das frases que nos dá motivação para começarmos a semana e para arrancarmos. 

Outra motivação extra passa pelo equipamento de ginásio, nada como peças giras, diferentes e trendy para nos sentirmos bonitas e nos dar um boost extra para praticarmos exercício físico, seja em ginásio, seja na rua! O que interessa é fazê-lo, certo? Aliás, o que custa mesmo é começar, porque sabemos que o exercício fisico nos faz muito bem e só temos de começar a ganhar um ritmo e criar uma rotina para que nos sintamos bem. 


Até tenho vergonha de vos vir contar isto, mas a verdade é que este verão me desleixei nos treinos. Apesar de ter andado sempre de um lado para o outro, a verdade é que as corridas ficaram para segundo plano e agora o mais difícil é voltar a ganhar o ritmo de antes. Pois bem, hoje acabou o prazo da preguiça e estou de volta às corridas. Vamos começar do zero, porque a verdade é que o rabo pesa e a resistência é negativa já. 

Para quem quer começar a correr, é fundamental que perceba que tudo leva o seu tempo e que sem disciplina não vamos conseguir atingir uma meta ou um objectivo. Para esta primeira fase, o objectivo é a mini-maratona de Lisboa que vou fazer juntamente com a Adidas. É certo que provavelmente não vou conseguir fazer os 6.6km todos a correr, mas vamos treinar para que faça grande parte deles. Já não falta assim tanto, é já dia 18 de Outubro! 

Se querem começar a correr, este post é dedicado a vocês, acho que juntos vamos conseguir nem que seja melhorar a nossa resistência e mexer o rabo da cadeira, largar o computador, as redes sociais e aqui vamos nós. O que é que é preciso nesta fase para começarmos a correr? Uns ténis de corrida, motivação e uma app no telemóvel que nos ajude a monitorizar os treinos diários e que registe a nossa evolução, acho que o truque da aplicação é óptimo porque nos vai manter motivados durante o processo, vamos querer sempre competir contra os nossos tempos e ir acompanhando a nossa evolução ao longo das semanas (assim o espero!). 

O treino que vou fazer será ao ar livre e será complementado depois com aulas no Holmes Place e um plano próprio complementar. Vamos tentar disciplinar-nos e treinar pelo menos 3 vezes por semana para começar, boa? Em primeiro lugar devemos focar-nos nos tempos e não nos km, isso vem depois. Se vamos começar a treinar, o importante é conseguirmos cumprir os tempos estabelecidos por cada um dos treinos para que seja possível uma evolução ao longo das semanas e não nos matarmos logo na primeira vez. 

Para a corrida, a ideia é alternando minutos de corrida com minutos de caminhada, e ir sempre aumentando os tempos de corrida e diminuindo os de caminhada. Vamos começar por treinar 30 a 40minutos, 3 vezes por semana e tentar complementar com outros exercícios para tonificar no Holmes Place com máquinas e exercícios localizados. 

Confesso que estou muito inclinada em comprar um equipamento todo janota para nos dar aquela motivação extra, adoro aquelas combinações de soutien de desporto com calças justas estampadas mega coloridas. A juntar a isto, calçado adequado e confortável sempre e não pode faltar o Spotify na playlist de corrida. Vou treinar! Até já girls!


A motivação no ginásio e para ficar fit para o verão continua. Continua a nossa viagem para o corpo perfeito, até porque já afirmei aqui varias vezes que os corpos de verão, fazem-se no inverno. Precisava de algumas peças de gymwear e aproveitei que a nova colecção da Primark está super gira para trazer algumas coisas que queria, tais como a bracelete para o iPhone 5S, uma necessaire para a maquilhagem e as coisas o banho, um soutien de desporto, um colete e um top.

Nada melhor do que equipamento novo, super giro e com cores que chamam o bom tempo para nos dar um boost extra de motivação. Agora, rumo ao Holmes Place!

guideto.png


 


Nas últimas semanas tenho recebido muitas mensagens e e-mails com perguntas sobre o meu mestrado e especialmente, sobre a minha tese. Muitos dos e-mails e mensagens são essencialmente a pedir dicas e ajuda nos primeiros meses de preparação para a tese e por isso mesmo, decidi fazer um guia com algumas dicas e sugestões que me ajudaram e que me guiaram ao longo deste último ano. Neste caso é aplicado à tese, mas podem usar algumas dicas para outros trabalhos e pontos importantes em que precisem de ajuda ou de guidelines.


Não é um caminho fácil, isso é certo. É preciso tempo, organização e muita paixão por um determinado tópico porque é nele que vamos estar a trabalhar meses e meses a fio. Por aqui o tema é o luxo, não vos posso desvendar muito mais, mas em breve poderão ter a oportunidade de participar um pouco na minha tese que me tem deixado super empolgada e entusiasmada, especialmente com os passos que se seguem. Para quem está no mesmo "barco" que eu, deixo-vos algumas dicas para esta fase de estudo, pesquisa e para que não percam a motivação


 

 


 

Como é que devem escolher um tema, como é que decidimos que tópico vamos desenvolver? Sem dúvida que foi o passo mais difícil até aqui e hoje deixo-vos 8 sugestões.

 

brainstorming

Antes de nos dedicarmos a um tema especifico e de o escolhermos, há que pensar numa série de coisas antes. O truque para encontrarem temas que gostariam de estudar, ou tópicos é fazerem um brainstorming de tudo o que gostam, desde as coisas mais gerais às mais especificas. Peguem numa folha, num lápis ou numa caneta e comecem a escrever palavras ou frases soltas de coisas que gostam, temas que gostariam de aprofundar mais a nível pessoal e de tópicos pelos quais têm particular interesse, no meu caso por exemplo resultaram coisas como: alimentação infantil, city marketingluxury managementsocial media, persuasão infantil entre muitas coisas.

 

what you love the most

para escolherem o tema podem sempre pensar na área de que mais gostam, podem não fazer o brainstorming se já tiverem uma ideia do que realmente gostam. O brainstorming aqui pode ajudar a aprofundar mais a questão de um determinado tópico. Pensem que tem de ser algo de que realmente gostam porque vão trabalhar esse tema até à exaustão, aprofundar até não poderem mais, pesquisar, pesquisar, pesquisar e por isso tem de ser algo que vos motive.

 

research time

Outro passo fundamental é percebermos se realmente vamos conseguir encontrar a informação que queremos. Apesar de todas as facilidades de hoje em dia, uma tese acaba por ser sempre algo muito específico e é bom que o seja para que seja mais eficaz e para que se consigam focar. Precisam de procurar antes a facilidade de acesso a algumas informações, a revisão de literatura que possa estar relacionada com o vosso tópico de pesquisa entre muitas outras coisas que podem determinar todo o processo da escrita da tese. 

 

do geral para o particular

Quando forem fazer a pesquisa, para vos ajudar na pesquisa de materiais para a tese optem por um método que é muito falado no meio académico, a relevance tree. Funciona como uma espécie de brainstorming e vai ajudar-vos a organizarem todas as informações que precisam do geral para temas mais específicos. Comecem com o tema, mais geral por exemplo Comportamento do Consumidor e depois temas mais específicos como por exemplo comportamento de compra >> compras impulsivas >> a influência do humor. Este método acaba por nos ajudar a organizar toda a informação, sabendo assim que vamos procurar papers e outros artigos para cada um destes temas e depois possamos juntar tudo e relacionar a informação de uma forma mais organizada e correcta. 

 

estabelecer horários e datas

Muitas vezes acabamos por nos perder no tempo, acabamos por perder demasiado tempo em determinadas fases da tese e acabamos por fazer outras mais à pressa. Para evitar que isto aconteça estabeleçam desde o início um horário e deadlines para que possam organizar tudo com tempo e façam tudo como deve ser. Sempre fui uma pessoa muito organizada neste aspecto e como faço mil e uma coisas ao mesmo tempo é super importante arranjar disciplina e organização. Se trabalham ao mesmo tempo que estudam, os dias de semana são sempre cansativos e nem sempre dão para trabalharmos na tese, por isso temos de fazer alguns sacrifícios e tirar os nossos fins-de-semana para trabalharmos na tese. Se se organizarem e fizerem tudo com tempo, torna-se mais fácil e há tempo para tudo. 

 

tempos livres

para respirar! Sim também é preciso! Precisamos de tempo livre com as amigas, o namorado e família para tirarmos a cabeça da tese e de tudo à nossa volta. Respirarmos e fazermos outras coisas nos tempos livres para que possamos ganhar outra motivação e gosto quando for tempo de escrever a tese. Além do mais o facto de sairmos dos livros e de descontrairmos vai aliviar o stress e fazer com que mais facilmente consigamos trabalhar correctamente, interligar temas, situações ou teorias por exemplo que à partida poderíamos achar que não estariam ligadas. Desligar para que possamos pensar melhor, é essa a ideia. 

 

revisão

Uma das coisas que gosto de fazer é pedir a amigos e à família para lerem algumas coisas do trabalho que tenho feito, pedir opinião e perceber se está a ficar clara ou não a minha ideia. Isto ajuda com que possamos facilmente alterar as coisas de forma a que não seja tão confuso. Aquilo que para nós pode ser obvio, poderá não ser para quem nos rodeia e desta forma conseguimos perceber como é que podemos melhorar. 

 

orientação

para além da ajuda da família e dos amigos a escrita de uma tese de mestrado envolve termos um orientador de mestrado que nos vai dando algumas ajudas durante todo o processo. É muito importante irem marcando algumas reuniões fazendo o ponto da situação, enviando o trabalho que têm feito até então, traçar os próximos passos e discutirem ideias. Os orientadores são fundamentais em todo o processo, escolham alguém com quem tenham uma empatia e acima de tudo que perceba do tema em questão para que vos possa orientar da melhor maneira. 

 


 

Acima de tudo pensem que todo este esforço vai valer a pena. Além do mais, se escolherem um tópico que realmente gostam e numa área sobre a qual gostariam de trabalhar no futuro, melhor ainda e torna-se tudo muito mais fácil. Let's do this!

 


 



 


... a situação actual por aqui é esta

Há muitas novidades que estão para chegar, ando cheia de projectos a nível pessoal e profissional que estou ansiosa por vos revelar. A verdade é que ando a dormir muito pouco, menos do que aquilo que já dormia precisamente por andar cheia de coisas giras, projectos que me deixam super entusiasmada e que me tiram o sono (no bom sentido) e uma tese por escrever. Para além do blog e dos projectos que ando a desenvolver, estou também na recta final do mestrado em marketing, ou seja, escrever a tese. Entre livros, scientific papers, abstracts e muita pesquisa o entusiasmo é muito grande. Querer sempre saber mais, aprender, procurar e continuar a procurar para irmos à essência da questão. 

Não é um caminho fácil, isso é certo. É preciso tempo, organização e muita paixão por um determinado tópico porque é nele que vamos estar a trabalhar meses e meses a fio. Por aqui o tema é o luxo, não vos posso desvendar muito mais, mas em breve poderão ter a oportunidade de participar um pouco na minha tese que me tem deixado super empolgada e entusiasmada, especialmente com os passos que se seguem. Para quem está no mesmo "barco" que eu, deixo-vos algumas dicas para esta fase de estudo, pesquisa e para que não percam a motivação


Como é que devem escolher um tema, como é que decidimos que tópico vamos desenvolver? Sem dúvida que foi o passo mais difícil até aqui e hoje deixo-vos 8 sugestões.

brainstorming
Antes de nos dedicarmos a um tema especifico e de o escolhermos, há que pensar numa série de coisas antes. O truque para encontrarem temas que gostariam de estudar, ou tópicos é fazerem um brainstorming de tudo o que gostam, desde as coisas mais gerais às mais especificas. Peguem numa folha, num lápis ou numa caneta e comecem a escrever palavras ou frases soltas de coisas que gostam, temas que gostariam de aprofundar mais a nível pessoal e de tópicos pelos quais têm particular interesse, no meu caso por exemplo resultaram coisas como: alimentação infantil, city marketing, luxury management, social media, persuasão infantil entre muitas coisas.

what you love the most
para escolherem o tema podem sempre pensar na área de que mais gostam, podem não fazer o brainstorming se já tiverem uma ideia do que realmente gostam. O brainstorming aqui pode ajudar a aprofundar mais a questão de um determinado tópico. Pensem que tem de ser algo de que realmente gostam porque vão trabalhar esse tema até à exaustão, aprofundar até não poderem mais, pesquisar, pesquisar, pesquisar e por isso tem de ser algo que vos motive.

research time
Outro passo fundamental é percebermos se realmente vamos conseguir encontrar a informação que queremos. Apesar de todas as facilidades de hoje em dia, uma tese acaba por ser sempre algo muito específico e é bom que o seja para que seja mais eficaz e para que se consigam focar. Precisam de procurar antes a facilidade de acesso a algumas informações, a revisão de literatura que possa estar relacionada com o vosso tópico de pesquisa entre muitas outras coisas que podem determinar todo o processo da escrita da tese. 

do geral para o particular
Quando forem fazer a pesquisa, para vos ajudar na pesquisa de materiais para a tese optem por um método que é muito falado no meio académico, a relevance tree. Funciona como uma espécie de brainstorming e vai ajudar-vos a organizarem todas as informações que precisam do geral para temas mais específicos. Comecem com o tema, mais geral por exemplo Comportamento do Consumidor e depois temas mais específicos como por exemplo comportamento de compra >> compras impulsivas >> a influência do humor. Este método acaba por nos ajudar a organizar toda a informação, sabendo assim que vamos procurar papers e outros artigos para cada um destes temas e depois possamos juntar tudo e relacionar a informação de uma forma mais organizada e correcta. 

estabelecer horários e datas
Muitas vezes acabamos por nos perder no tempo, acabamos por perder demasiado tempo em determinadas fases da tese e acabamos por fazer outras mais à pressa. Para evitar que isto aconteça estabeleçam desde o início um horário e deadlines para que possam organizar tudo com tempo e façam tudo como deve ser. Sempre fui uma pessoa muito organizada neste aspecto e como faço mil e uma coisas ao mesmo tempo é super importante arranjar disciplina e organização. Se trabalham ao mesmo tempo que estudam, os dias de semana são sempre cansativos e nem sempre dão para trabalharmos na tese, por isso temos de fazer alguns sacrifícios e tirar os nossos fins-de-semana para trabalharmos na tese. Se se organizarem e fizerem tudo com tempo, torna-se mais fácil e há tempo para tudo. 

tempos livres
para respirar! Sim também é preciso! Precisamos de tempo livre com as amigas, o namorado e família para tirarmos a cabeça da tese e de tudo à nossa volta. Respirarmos e fazermos outras coisas nos tempos livres para que possamos ganhar outra motivação e gosto quando for tempo de escrever a tese. Além do mais o facto de sairmos dos livros e de descontrairmos vai aliviar o stress e fazer com que mais facilmente consigamos trabalhar correctamente, interligar temas, situações ou teorias por exemplo que à partida poderíamos achar que não estariam ligadas. Desligar para que possamos pensar melhor, é essa a ideia. 

revisão
Uma das coisas que gosto de fazer é pedir a amigos e à família para lerem algumas coisas do trabalho que tenho feito, pedir opinião e perceber se está a ficar clara ou não a minha ideia. Isto ajuda com que possamos facilmente alterar as coisas de forma a que não seja tão confuso. Aquilo que para nós pode ser obvio, poderá não ser para quem nos rodeia e desta forma conseguimos perceber como é que podemos melhorar. 

orientação
para além da ajuda da família e dos amigos a escrita de uma tese de mestrado envolve termos um orientador de mestrado que nos vai dando algumas ajudas durante todo o processo. É muito importante irem marcando algumas reuniões fazendo o ponto da situação, enviando o trabalho que têm feito até então, traçar os próximos passos e discutirem ideias. Os orientadores são fundamentais em todo o processo, escolham alguém com quem tenham uma empatia e acima de tudo que perceba do tema em questão para que vos possa orientar da melhor maneira. 


Acima de tudo pensem que todo este esforço vai valer a pena. Além do mais, se escolherem um tópico que realmente gostam e numa área sobre a qual gostariam de trabalhar no futuro, melhor ainda e torna-se tudo muito mais fácil. Let's do this!


details (1).png


 


Depois de uma semana a meio gás, estamos de volta à rotina. O fim-de-semana foi passado em família e nada como dois dias de descanso para aproveitar a companhia dos meus pais e do Manel. Hoje voltamos ao trabalho e com muitos desafios pela frente também. Vai ser uma semana louca e nada como começar com motivação.


 


Trago-vos um look bem simples e uma boa sugestão para usarmos esta semana.


 


 



 


av1.png


av.png


 


Uma das minhas peças favoritas: minimalista, versátil e muito confortável. O blazer dress é uma das peças mais fáceis de usar nas mais variadas ocasiões e conseguimos sempre passar uma ideia de um look formal, elegante e ao mesmo tempo trendy. O vestido é antigo já, mas podemos encontrar uma série de versões diferentes nas lojas do costume. Conjuguei com os clássicos Stan Smith para cortar a formalidade do vestido e o resultado, é este.


 


E como não posso não falar de detalhes, nada como uma peça especial como este soutien de renda da Intimissimi, desta colecção. Super bonito, com flores bordadas e que fica lindo com este conjunto. 


 


LETSSHOP.png


 


vestido ZARA # soutien Intimissimi # ténis Stan Smith Adidas


 



 


 

kiehls-5.jpg


É um problema que afecta cerca de 80% das mulheres, a verdade é que hoje em dia quem não tem celulite pode ser considerada uma verdadeira sortuda. Já falámos das várias causas e de como a celulite se forma, e muitas vezes pode ser genético. However, é algo que podemos tentar contornar, reduzir ou diminuir ao máximo e depois de alguma pesquisa, encontrei os 5 passos fundamentais que devemos seguir para tentar acabar com a maldita casca de laranja.


 


são 5 passos simples que podem e devem ser incluídos 


na nossa rotina de beleza e no nosso dia-a-dia 


que vão fazer a diferença


 


 



Cuidados alimentares


Açúcares, refrigerantes, fast-food, hidratos refinados, alcool e sal. São tudo alimentos que aumentam e potenciam o aparecimento da celulite. Devemos fugir deste tipo de alimentos para prevenir o seu aparecimento ou para prevenirmos que esta evolua para graus superiores. Cada vez mais se fala em cuidados com a nossa alimentação, evitarmos refeições pré-feitas e optarmos por uma alimentação rica em frutas, vegetais e fibras de boas fontes e o mais "reais" possíveis. Começarmos a fazer compras no mercado local ao fim-de-semana é um passo que pode ajudar muito a melhorar a nossa alimentação, fugirmos o máximo possível de refeições congeladas e de alimentos com muitos conservantes. Reduzirmos o sal e o açúcar da nossa alimentação ao máximo e acima de tudo, bebermos muita água e chás que ajudem a drenar e a desintoxicar o organismo.


 


Exercício Físico


Era tão bom que conseguissemos emagrecer ou ter um corpo de sonho sem exercício físico, certo? Pois é, sem um estilo de vida equilibrado nada se consegue. Não precisamos de ter uma vida super activa ou passarmos horas e horas a fio no ginásio, mas o que é certo é que se dedicarmos umas horas semanais ao exercício físico conseguimos potenciar e acelarar os resultados de forma a que nossa motivação cresça a olhos vistos. Para acabar com a celulite é fundamental termos uma alimentação regrada e evitar alguns alimentos, mas é necessário sim, completar com exercício físico. Seja ele cardio ou mais localizado. Hoje em dia sem desculpas, desde uma corrida ao fim do dia, ou logo de manhã, uma hora de almoço no ginásio ou um passeio de bicicleta ao fim-de-semana com as amigas ou com o namorado. Começarmos a incluir algumas actividades no nosso dia-a-dia, vai ajudar e muito a combater a celulite. Para quem quer ir mais a fundo, nada como o aconselhamento de um PT no nosso ginásio, de forma a que consigamos atingir os nossos objectivos de forma mais rápida e eficaz. Neste aspecto, nada como consultarmos e pedirmos aconselhamento a quem sabe.


 


Massagens


Curiosamente uma das coisas que podemos fazer tooooodos os dias e que, muitas de nós não o faz (eu Joana, me confesso) são as massagens diárias em zonas problemáticas. A verdade é que já temos 54 coisas na nossa rotina diária e acabamos por nos esquecer de um gesto que é tão simples e que ajuda a acabar, reduzir ou diminuir a celulite: massajar as zonas problemáticas com as tools adequadas. Sejam luvas de massagem, exfoliantes, massajadores de madeira ou até mesmo alguns gadgets de beleza que encontramos em lojas como a Perfumes & Companhia ou na Worten que nos ajudam neste campo. A verdade é que as massagens acabam por activar a circulação e acabam por servir como uma drenagem e ajudam a eliminar toxinas que possam estar a causar uma certa inflamação na zona das coxas e das ancas principalmente. 


 


Tratamentos


Com os avanços da tecnologia, da ciência e do mundo da beleza, hoje em dia já temos uma série de tratamentos pelos quais podemos optar e que nos ajudam a eliminar e reduzir esta inflamação. São tratamentos localizados e específicos para cada grau de celulite e nestes casos, nada melhor do que procurar um profissional que realmente saiba qual o melhor tratamento para acabarmos com o nosso problema. Há um pouco de tudo, desde drenagens linfáticas, a bodyshaping ou tratamentos mais a fundo que só os profissionais de gabinetes de estética nos podem aconselhar (algumas opções podem ser encontradas no beauty studio) Para além disto, temos vários tratamentos que podem ser complementados em casa, com a aplicação diária de cremes ou de gel que ajudam a potenciar os resultados pós-tratamentos em gabinetes de estética. 


 


Dry Brushing 


Ao longo de toda a pesquisa reparei que o conceito de "dry brushing" era mencionado várias vezes por profissionais e por especialistas na área. No fundo acaba por estar dentro do ritual de cuidados em casa que deve ser tido diáriamente. No fundo consiste em "escovar" a nossa pele a seco, ajudando assim a moldar a pele e a distribuir os depósitos de gordura evitando que estes se acumulem num só local. É uma técnica e um ritual de beleza que tem ganho várias adeptas nos últimos tempos e é tão simples quanto escovar as zonas problemáticas com escovas de cerdas grandes e densas. Podem ainda potenciar este gesto e ritual com alguns óleos essenciais de aromoterapia como os de Décleor que são maravilhosos. Encontrei um artigo super interessante sobre o dry brushing e que podem ler aqui



 


 

 


 weekendadidas-24.jpg


... energia negativa, aqui não entra! 


 Provavelmente já ouviram falar do Z.N.E, o casaco que a Adidas lançou que significa Zero Negative Energy. Tive oportunidade de o conhecer no fim-de-semana fit em Tróia e confesso que fiquei apaixonada pela história por trás desta peça e por isso mesmo, não quis deixar de partilhar convosco. 


 


 



ZNE.jpg


 


 


Para já devo dizer que o casaco é super confortável, mesmo! Super quente, perfeito para aquelas corridas matinais ou para os passeios ao fim do dia no paredão. Foi especialmente desenhado para que os atletas tenham um momento de concentração mais isolado antes das provas, o capuz é mais comprido do que os hoodies e casacos normais e acaba por formar uma espécie de casulo, para que estes não sei deixem afectar por energias negativas. A partir deste conceito nasceram uma série de outras peças e que podem ser espreitadas aqui. O meu modelo favorito é claramente o salmão, super girly mas há uma série de outros tons deliciosos como o azul turquesa ou o branco por exemplo. Para quem procura uma motivação extra e uma peça especial, esta é sem dúvida alguma A peça a ter. Confortável, quente e com boa vibe.


 



 

Blogger Template Created by pipdig